Esqueça tudo o que foi dito sobre colesterol e doenças cardíacas – Vale a pena ler

heart

Esqueça tudo o que foi dito sobre colesterol e doenças cardíacas e derrames cerebrais nos últimos 30 anos!

Quando contar que você mudou o seu estilo de vida para menos carboidratos sem medo de gordura eu sei que é muito comum que  amigos, bem intencionados,  pergunta se você não está com medo de ataques cardíacos e derrames cerebrais no futuro. Bem, já tem vários médicos e artigos explicando que não é a gordura e o colesterol direto que criam a placa no vasos sanguíneos, mas a inflamação nos vasos sanguíneos que vem de excesso de açucar, obesidade,  diabetes, fumar, etc. mas ainda esta crença é bem forte na sociedade. Mas parece que mais e mais grupos de cientistas descobrem que colesterol não é este vilão que tudo mundo acha. Os últimos foram a “American Heart Association” e a “American College of Cardiology”, organizações com muito peso e influencia. O Drauzio Varella resume todo muito bem num artigo na Folha esta semana. Vale muito a pena ler, para o artigo inteiro olha aqui: A agonia do colesterol.

Para um sabor do conteúdo olha em baixo…

Ele começa assim:

Nunca me convenci de que essa obsessão para abaixar o colesterol às custas de remédio aumentasse a longevidade de pessoas saudáveis.

Parece que ele estava certo…

Pois bem. Depois de cinco anos de análises dos estudos mais recentes, a American Heart Association e a American College of Cardiology (…) atualizaram as diretrizes de 2001.

Pasme, leitor de inteligência mediana como eu. Segundo elas, os níveis de colesterol não interessam mais.

Finaliza com uma dica simples mas importante:

Se você, leitor com boa saúde, toma remédio para o colesterol, converse com seu médico, mas esteja certo de que ele conhece a literatura e leu com espírito crítico as 32 páginas das novas diretrizes citadas nesta coluna.

Anúncios

2 Respostas para “Esqueça tudo o que foi dito sobre colesterol e doenças cardíacas – Vale a pena ler

  1. Acho que quem estuda minimamente bioquímica, sabe bem o quanto o colesterol é prejudicial para a saúde. Ou melhor, o problema mesmo é ter o colesterol bom (HDL) baixo, e não propriamente o colesterol mau alto. Quero eu dizer, uma pessoa com colesterol total a 250 mg/dl, mas se tiver o HDL a 60 mg/dl, diria que está bem protegida. Em contrapartida, uma pessoa que tem o colesterol total a 180 mg/dl (dentro dos “limites” padronizados), mas o HDL a 30, está em risco cardiovascular. Agora a grande questão é: O grande inimigo do coração, são, de fato, os carboidratos refinados, e não tanto as gorduras saturadas. Carboidrato se transforma em triacilglicerol que, por sua vez, irá baixar o colesterol HDL.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s